22.8.17

GELATINA DE SALADA DE FRUTAS - receita vegana




Em casa durante a semana, nós consumimos apenas frutas nos lanches intermediários e quando dá aquela vontade de algo doce após as refeições.  Essa receita de gelatina de frutas é indicada para veganos (pessoas que não consomem carnes, leite e ovos) pois o agar agar usado para dar consistência firme é de origem vegetal.

Para aqueles que fazem contagem de carboidratos cada porção equivale a 12 g de carboidrato e 80 kcal.

GELATINA DE SALADA DE FRUTAS
Receita de Tutu Galvão Bueno
Rende 4 porções

Ingredientes
½ manga cortado em fatias e depois em cubos
1 kiwi cortado em fatias e depois em cubos
2 – 3 morangos cortados em tiras e depois em cubos
½ litro de suco de maracujá – suco de 1 maracujá fresco e agua para completar ½ litro
1 colher de chá de açúcar ou adoçante artificial
3 colheres de café de agar-agar em pó
4 folhas de hortelã para decorar

Modo de preparo
1. Monte ¼ de xícara de frutas picadas em cada taça que for servir;
2. Coloque o suco de maracujá adoçado com açúcar ou adoçante na panela com o agar agar e quando atingir fervura desligue;
3. Faça o teste de gelatinização do agar agar retirando uma colher de sopa desse liquido e colocando em um pires na parte mais gelada da geladeira por 10 minutos – verifique se virou gelatina e agora poderá colocar no meio ou entre as frutas;
4. Caso ainda não tenha ficado gelado adicione mais 1 colher de agar agar no liquido da panela e leve ao fogo até ferver e repita o teste do liquido na geladeira. Se o liquido que ficou na panela virar gelatina você pode aquecer depois resfriar levemente e colocar entre as frutas;
5. Se preferir, sirva com uma folha de hortelã por cima de cada taça.



Quando você utiliza o agar agar em suas receitas ele se tornará gelatina a 36 C graus.
Tem propriedades semelhante a da gelatina, mas tem que ser trabalhado rapidamente senão ele endurece em temperatura ambiente. É proveniente de algas marinhas e encontrado em lojas de produtos naturais como Mundo Verde.



>>> fotos por Tutu Galvão Bueno

8.8.17

TATAKI DE BOMBOM DE ALCATRA - receita de Mari Hirata por Haydée Belda




O tataki de bombom de alcatra pode ser servido como aperitivo acompanhado de pães ou como prato frio junto de uma salada. O molho usado para marinar, nem é bom falar, é delicioso e delicado. Com a receita de Mari Hirata, em seu livro Mari Hirata sensei por Haydée Belda , você irá arrasar quando receber em casa grupos pequenos ou grandes de pessoas.

O Bombom foi descoberto pelo mestre em carnes brasileiro, Marcos Bassi, em 1978. O corte é retirado do miolo da alcatra, também chamado de coração ou centro da alcatra, corazón de cuadril (espanhol) ou eye of rump (inglês). A peça inteira fica no traseiro do boi, de onde são extraídos outros cortes muito apreciados por churrasqueiros, como a maminha.

Para executar a receita é necessário encontrar a carne e alguns ingredientes só achados em casas de produtos japoneses. Depois por a mão na massa para seu preparo sair como deve ser. Não tenha medo de se aventurar na cozinha. Sempre digo a meus alunos e clientes que não existe receita que deu errado e sim receita que precisa ser ajustada.

Segue a receita e onde comprar os ingredientes da culinária japonesa. Aproveite 😋 😋 😋

TATAKI DE BOMBOM DE ALCATRA
Adaptado por Tutu Galvão Bueno
Para 6 pessoas

Ingrediente
1 peça de bombom de alcatra de 750 g
azeite de oliva

Marinada
200 ml de konbu tsuyu industrializado
1 pimenta dedo de moça em rodelas bem finas
2 dentes de alho cortado em fatias
1 colher de chá de Kuzu ou outra fécula (como fécula de batata, araruta ou amido de milho) à usado para deixar o molho mais grosso

Chips de alho
3 a 4 dentes de alho
óleo vegetal para fritar

Para decorar
Mini brotos de nabo ou agrião
Salsinha e cebolinha

Modo de preparo
1. Corte a peça de alcatra no meio no sentido longitudinal, de modo a obter duas tiras grossas. Pincele azeite sobre a carne para que não grude na grelha. Sele a carne direto na chama do fogão - deixe crua por dentro e bem chamuscada por fora;
2. Acondicione dentro de um saco plástico a marinada (com exceção da farinha para engrossar) e dentro dele outro saco plástico com gelo a fim de parar o cozimento da carne (é isso mesmo, um saco dentro do outro, sendo que em um saco vai o gelo e em outro a marinada com a carne). Coloque a carne ainda quente dentro do saco que tem a marinada, feche e guarde na geladeira até a hora que for servir;
3. Para fazer o chips de alho, corte os dentes de alho em uma espessura uniforme – de preferência todos iguais e bem fino e coloque em óleo vegetal frio. Frite devagar para que fiquem crocantes e levemente dourados, se tostar demais fica amargo;
4. Em outra panela, reduza a marinada (sem a carne) no fogo baixo, cuidando para que não fique muito salgada (quando você reduz demais poderá ficar salgada pois a marinada está mais concentrada), adicione fécula de batata ou amido de milho diluída em uma colher de sopa de agua fria, sem parar de mexer, até que o molho fique mais espesso e transparente e brilhante;
5. Corte e arrume a carne, pincele com a marinada, e decore com salsinha e cebolinha, chips de alho e mini brotos de nabo ou mini brotos de agrião.



ONDE
Fuji Mercearia (Produtos japoneses )
Rua Cunha Gago 346 - Pinheiros, São Paulo
Tel (11) 3812-9135

Escola Wilma Kowesi de Cozinha
Rua Cristiano Viana, 224 - Cerqueira César, São Paulo
Tel (11) 3063-1592

. fotos realizadas na Escola Wilma Kowesi de Cozinha com a chef Mari Hirata

6.5.17

SUFLE DE MEXERICA - fruta da época




Fui desafiada por uma cliente a desenvolver uma receita de suflê de mexerica, fruta que está na estação. O resultado final ficou acima das expectativas.  Convido você a experimentar a deliciosa receita.

SUFLÊ DE MEXERICA
Receita Blog da Tutu Galvão Bueno
Rende 4 xícaras de café

Ingredientes

100 g de suco de mexerica natural – tipo RIO
25 g gemas
25 g açúcar
5 g farinha de trigo
raspa de 1 mexerica
50 g claras
50 g açúcar
gomos de mexerica para enfeitar

Modo de preparo
1. Preaqueça o forno a 200o C;
2. Unte 4 xícaras de café com manteiga e açúcar;
3. Num panela coloque o suco de mexerica com as raspas. Assim que ferver desligue;
4. Enquanto isso misture 25 g de açúcar, a farinha e junte as gemas;
5. Misture um pouco de cada vez o suco aquecido, ao preparado das gemas, auxilio de um fouet;
6. Leve ao banho maria em uma tigela sobre uma panela com agua fervente até engrossar – ir mexendo constantemente com auxilio de um fouet;
7. Retire do fogo e resfrie numa bacia com gelo e agua (lembre de mexer sempre com o fouet);
8. Uma vez frio, bata as claras, junte o açúcar (50 g) em três vezes depois envolva delicadamente em 50 g do creme de mexerica;
9. Preencha ¾ da xícara de café untada e leve ao forno 200o C por 6 a 8 minutos;
10. Sirva quente acompanhado de gomos de mexerica enfeitando o prato.
  • foto arquivo pessoal 
  • postagen dedicada à querida Carin Mofarrej

5.4.17

E N D O M E T R I O S E x SINDROME DO INTESTINO IRRITADO - Dieta FODMAP



Segundo Dr. Drauzio Varela o endométrio é uma mucosa que reveste a parede interna do útero, sensível às alterações do ciclo menstrual, e onde o óvulo depois de fertilizado se implanta. Se não houve fecundação, boa parte do endométrio é eliminada durante a menstruação. O que sobra volta a crescer e o processo todo se repete a cada ciclo menstrual.

Endometriose é uma afecção inflamatória provocada por células do endométrio que, em vez de serem expelidas, migram no sentido oposto e caem nos ovários ou na cavidade abdominal, onde voltam a multiplicar-se e a sangrar , acrescenta Drauzio.

Existem sintomas semelhantes entre a Endometriose e a Síndrome do Intestino Irritado - SII (veja desenho acima). Uma estudo retrospectivo australiano publicado em 2017 com 160 mulheres mostrou que 72% daquelas mulheres que apresentavam endometriose e SII tiveram 50% de melhora nos sintomas abdominais, comparado a 49% de melhora naquelas que tinham somente SII.

Mulheres com Endometriose e Síndrome do Intestino Irritado (SII) apresentaram uma melhora dos sintomas com a dieta Baixa em FODMAPS do que aquelas com somente SII. A conclusão é que a dieta FODMAP parece oferecer bons resultados nas mulheres com endometriose e SII.
FODMAPS são Fermentable, Oligossacarídeos Dissacarídeos, Monossacarídeos and Polyols, um grupo de carboidratos de cadeia curta encontrados em frutas, vegetais e grãos. 

Qual é a mensagem final? Procure um médico para obter o diagnostico se o que você tem é somente SII ou endometriose com alguns sintomas semelhantes a SII, mas nunca se auto diagnostique. Deixar de não se tratar pode levar a serias consequências como a infertilidade. Se você acredita que tem endometriose consulte um clinico geral ou ginecologista.
  • ilustração marina@tutugalvaobueno.com.br,
  • desenho Monash University blog
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...